sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Convento dos Capuchos (Serra de Sintra)

No passado domingo fui conhecer o Convento dos Capuchos situado na Serra de Sintra.
«O Convento de Santa Cruz da Serra de Sintra foi mandado construir por D. Álvaro de Castro em 1560. Permaneceu habitado até 1834, data da extinção das ordens religiosas em Portugal».
Este Convento também conhecido como Convento dos Capuchos ou Convento da Cortiça é notável pela extrema pobreza da sua construção materializando o ideal de fraternidade e irmandade universal dos frades franciscanos que o habitaram. (Dados retirados da brochura que nos serve de guia).













 Fontanário

Vista geral de uma parte do Convento
     O Claustro
    
Ermida do Senhor do Horto


(A imagem  abaixo situa-se na Ermida do Ecce Homono e simboliza a apresentação de Cristo à população por Pôncio Pitatos dizendo "Eis o Homem".
     Aqui poderão observar a cortiça retirada dos sobreiros existentes no local  que forra os tectos, portas e janelas.





As celas de tamanho ínfimo.


O percurso é labiríntico, mas de uma beleza ímpar. Eu aprecio.





  Ao longe podemos admirar a Praia das Maçãs
     


«A pobreza foi levada ao extremo na construção deste convento. O conjunto edificado possui uma área relativamente reduzida e várias das suas celas têm portas revestidas a cortiça com altura inferior à de um homem, de modo a induzir a genuflexão. Os elementos decorativos são também escassos, tendo sido mantidos ao mínimo.
Após uma vista ao convento em 1581, Filipe I de Portugal terá comentado: "De todos os meus reinos, há dois lugares que muito estimo, o Escorial por tão rico e o Convento de Santa Cruz por tão pobre». In Wikipédia.
 Oportunamente partilharei mais algumas fotos.


9 comentários:

  1. Boa noite, querida amiga Ailime!
    Estupendo!
    Gostei do recanto do Horto e de passear com vc por todo o Convento nem que seja virtualmente falando... quiça úm dia, pessoalmente?
    O rei tinha toda razão!
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  2. Fotos muito bonitas e significantes! Um passeio bastante agradável e cheio de verde...
    Apreciei muitíssimo, Ailime!
    Boa noite e bom fim de semana...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Que coisa linda esse passeio tão rico em fotos mostradas e belezas que registraste. Adorei! Lindo fds! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Ailime, que passeio adorável! Gosto muito de estruturas antigas, até o cheiro nesses locais é diferente, as pedras conferem um odor úmido ao local. Gosto imenso da escada entre as duas grandes pedras. Sempre nos faz refletir quanta história está guardada entre as paredes. Linda partilha! Me fez lembrar uma construção histórica que há em minha cidade que hoje é o Museu arqueológico mas já foi escola de Jesuítas. Abraços!

    ResponderEliminar
  5. E eu... aqui relativamente próximo... ainda não o conheço... por isso apreciei ainda mais o seu post, Ailime!
    Que vou ver novamente ao pormenor!...
    Fantástica partilha! Beijinhos! Bom domingo!
    Ana

    ResponderEliminar
  6. Vc é uma excelente guia de turismo. Amei conhecer este local e com tantos detalhes. A paisagem é maravilhosa. Grata pela partilha. Seus programas me agrandam muito. bjs

    ResponderEliminar
  7. Ailime...estive aí há uns 20 anos e agora que vi seus registos ... vou regressar um dia destes!
    Bj e obrigada pela partilha

    ResponderEliminar
  8. Que bela apresentação Ailime.
    É preciso ousar e coragem para seguir trilhas e recontar historias.
    Uma partilha interessante que deve ser preservado.
    Abraços.
    Bjs de paz.

    ResponderEliminar
  9. Que belas imagens. Parabéns pelo lindo post

    ResponderEliminar

Aqui mostro um pouco mais dos ecos e reflexos que me saem da alma.
O que me rodeia, o que me sensibiliza, algumas coisas que gosto de fazer no meu dia a dia! Aqui sinto-me em casa. Espero por todos vós! Ailime