terça-feira, 16 de maio de 2017

Quinta da Regaleira (Sintra)


«A Quinta da Regaleira constitui um dos mais surpreendentes e enigmáticos monumentos da Paisagem Cultural de Sintra.
Situa-se no elegante percurso que ligava o Paço Real ao Palácio e Campo de Seteais, dentro dos limites do centro histórico.
Entre 1898 e 1912 Carvalho Monteiro transformou-a no seu lugar de eleição, conferindo-lhe as características actuais.
Enquanto representação do cosmos, o jardim é aqui revelado pela sucessão de lugares de magia e mistério. A demanda do paraíso é materializada em coexistência com um mundos inferus  – um dantesco mundo subterrâneo – ao qual o neófito seria conduzido pelo fio de Ariadne da iniciação. Concretiza-se entre os vários cenários e a representação de uma viagem iniciática, qual vera peregrinatio mundi, por um jardim simbólico onde podemos sentir a Harmonia das Esferas e perscrutar o alinhamento de uma ascese de consciência, em analogia com a demanda do Ser que ressalta das grandes epopeias.
Nestes domínios vislumbram-se referências à Mitologia, ao Olimpo, a Virgílio, a Dante, a Miltom, a Camões, à missão templária da Ordem de Cristo, a grandes místicos e taumaturgos, aos enigmas da Arte Real, à Magna Obra Alquímica.
Esta sinfonia de pedra – cinzelada pelas mãos de construtores de Templos imbuídos num verdadeira espírito de Tradição – revela a dimensão poética e profética de uma Mansão Filosofal Lusa». Para mais detalhes ver aqui.

Vou então conduzir-vos pelos parques e jardins da Quinta da Regaleira que revisitei no passado domingo.







   O poço iniciático com escada em espiral




 








O poço inacabado

  Grutas que nos levam ao Lago da Cascata



Lago da Cascata




É um  percurso muito interessante por meio de alamedas repletas de flores e árvores, por grutas intermináveis que nos conduzem aos mais diversos pontos de interesse da Quinta e tudo o mais que este lugar fantástico nos oferece. As fotos não dão sequer uma pálida ideia do que é a Quinta. Só mesmo pessoalmente se pode ter a noção desta realidade com que nos defrontamos.  E nunca se vê tudo. Escapa sempre alguma coisa. Por isso mesmo vale a pena conhecer. 
No próximo post mostrarei mais algumas fotos prosseguindo a visita.

12 comentários:

  1. Boa tarde querida amiga, mais uma pérola de Sintra entre muitas que tanto me encantam ,um sítio simplesmente perfeito,mágico e encantador ,muitos beijinhos querida amiga felicidades

    ResponderEliminar
  2. Revisitar lugares como esse só nos ajudam a melhor viver! Quanta natureza, quanta beleza ali! Adoro ver! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Um passeio belo e com detalhes sensacionais, Ailime!
    Muito verde e arte!
    Abraço grande...

    (Novo post no Ciranda de Frases, dias maravilhosos!)

    ResponderEliminar
  4. Ailime, adorei o passeio nesse mundo mágico.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. um itinerário denso de cultura e de história
    e paisagens (como as fotos e texto tão bem registam) que são "regalo" para os sentidos,

    há anos que não visito, mas abri o apetite

    beijo

    ResponderEliminar
  6. Vale a pena para descobrir o segredo da Quinta de Regaleira.
    Abraços

    ResponderEliminar
  7. Olá Ailime
    É uma verdadeiro monumento da antiguidade que rodeado de natureza presenteia com este lago.Bjs

    ResponderEliminar
  8. Uma maravilhosa reportagem fotográfica de um local lindo que eu já tive o prazer de visitar algumas vezes.
    É sempre um prazer passear por Sintra.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  9. Oi, Ailime, como vai? Que lugar mágico!!! A escada em espiral e o poço parecem cenários de filmes. Já mencionei mais de uma vez o quanto me agradam essas estruturas de pedra tão características do cenário histórico de Portugal! Abraços!

    ResponderEliminar
  10. Também tenho uma boa coleção de fotos da Quinta e o Lago e o Poço são dos lugares que mais gosto.
    Om abraço

    ResponderEliminar
  11. Pois é Ailime pelas suas fotos a gente ja fica maravilhado, imagino ao vivo e a cores. Interessante este poço não acabado e os caminhos da Quinta.
    Show amiga, coisa bela da sua Sintra.
    Grato amiga.
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Também quando lá fui, da última vez, senti o mesmo... fica tanto por ver!... :-(
    Adoro este percurso... descer o Poço... passar pelas grutas... atravessar o lago...
    Adorei revivê-lo através das suas deslumbrantes imagens, Ailime!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

Aqui mostro um pouco mais dos ecos e reflexos que me saem da alma.
O que me rodeia, o que me sensibiliza, algumas coisas que gosto de fazer no meu dia a dia! Aqui sinto-me em casa. Espero por todos vós! Ailime