sábado, 10 de junho de 2017

Aldeia da Mata Pequena (Mafra)

«Entre os montes e vales da região saloia, a Aldeia da Mata Pequena (Aldeamento Turístico) é um pequeno povoado rural com uma dúzia de habitações, onde ainda se vive em comunhão com a natureza e se respira pacatez e autenticidade. Simples, rústicas, pequenas e muito acolhedoras, as casas rigorosamente recuperadas, das quais pouco mais restava do que paredes e ruínas, são fruto do muito trabalho de pesquisa, e sobretudo, da persistência de Ana e Diogo Batalha que lhes dedicaram um carinho só imaginável a gente apaixonada pelo que faz. É um lugar repleto de ternuras e pedaços de um passado que nos é comum, peças de mobiliário e utensílios que fizeram a infância de todos nós e que hoje nos avivam memórias com entusiasmo». (Retirado daqui).
Tomei conhecimento,  através da Net, da existência desta  aldeia que se situa  não muito longe do local onde moro  e há dias parti à descoberta. Gostei do que vi e hoje partilho algumas fotos

(Clique sobre as fotos para ampliar)
  





































Oportunamente mostrarei mais algumas fotos deste lugar que achei lindo e muitoooooo calmo!
O ar é puríssimo.
Podem fazer as vossas marcações no site;))!!

11 comentários:

  1. Um lugar muito bonito e parece ser calmo mesmo, Ailime.
    Cliques que transmitem sossego e aconchego...
    O meu abraço

    ResponderEliminar
  2. Puxa, que belo achado esse,Ailime! Adorei ver as fotos e recantos mostrados!( Acabei de ver na tv a festa dos Santos portugueses...Bem legal! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Uma coleção de fotos de cortar a respiração. Menina, você faz fotos espetaculares. Nunca pensou em fazer uma exposição?
    Um abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  4. Recantos cheios de encanto deste nosso Portugal ,maravilhosa partilha querida amiga ,beijinhos no coração felicidades

    ResponderEliminar
  5. Boa noite querida Ailime
    Que lugar lindo. As suas fotografias ficaram bom demais. Uma linda semana. Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Olá, Ailime!
    Obrigada pela bela reportagem de um local de que nunca ouvira falar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. É um lugar bem campestre e bonito, Um belo achado e fico grata pela sua partilha. Belas fotos. bjs

    ResponderEliminar
  8. Espectacular reportagem fotográfica, do local, Ailime!
    Já tinha ouvido falar, mas confesso que ainda não conhecia!
    Adorei as imagens! Grata pela lindíssima partilha!
    Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  9. Ailime, como vai?
    Estou aqui encantadíssima com a história e com o local! Gosto demais de lugares assim, onde cada tijolo, paisagem, objeto parece guardar em si uma história, lindo! Próxima à minha cidade há uma chamada Morretes que tem construções bem próximas à essas, partilhei certas vezes umas imagens no blog.
    Adorei seu passeio e mais, sua iniciativa de realizar pesquisas na internet e de ir atrás do que lhe instiga. Abraços!

    ResponderEliminar
  10. Tão linda e delicada.
    Parece uma cidade de brinquedo.
    Bela descoberta Ailime.
    Gostei de ver e me sentir lá no meu interior.
    Bela partilha amiga.
    Bjs

    ResponderEliminar

Aqui mostro um pouco mais dos ecos e reflexos que me saem da alma.
O que me rodeia, o que me sensibiliza, algumas coisas que gosto de fazer no meu dia a dia! Aqui sinto-me em casa. Espero por todos vós! Ailime