segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Outros ecos

Durante os últimos meses fiz alguns tapetes de trapilho das mais variadas cores
 para oferecer e dois aqui para casa;))! Não era muito dada a estes trabalhos, mas entusiasmei-me com a Nina  (O meu pensamento Viaja) e pus mãos à obra! À noite, ao serão, gosto de estar entretida e como o fio e a agulha são bastante grossos o trabalho fica feito rapidamente!



Nunca antes tinha feito nada de trabalhos assim, mas ultimamente adoptei-os como forma de terapia;))
Vou-vos confessar, (fica só aqui entre nós) não tem sido fácil a minha adaptação à aposentadoria, (aqui chamamos reforma) e desta forma vou preenchendo algum do meu tempo e distraindo o espírito!
Que acham? Continuo?
Ah, tenho ali um saco de praia que não cheguei a utilizar, depois mostro!
Continuação de óptimo dia!
Abraços, Ailime

5 comentários:

  1. Puxa. estás te saindo muito bem!
    Claro que deves continuar.vale e é bom trabalhar com as mãos!

    Gostei de ver! bjs, linda semana! chica

    ResponderEliminar
  2. Linda terapia, Ailime... Sim, deve continuar esse trabalho tão bonito e divertido...
    Tempo bem ocupado é a melhor coisa!
    Beijos e boa tarde, quer dizer, por aí Boa Noite...

    ResponderEliminar
  3. Ailime, que bom que gostaste.Podes passar lá se quiseres ver! Já coloquei tudo e o teu link! bjs, tudo de bom, linda semana! chica e adorei teres fotografado a primeira folhinha dourada! bjs,chica

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pelo mimo , adorei o tapete , este fio fica bem bonito
    o trabalho.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Olá, querida Ailime
    Continue sim, claro!!! Vai aprimorando e sentindo o gosto de tecer e relaxar...
    Também sou 'reformada" aqui se diz assim para os militares... e, como sou professora, se diz aposentada...
    O trabalho rende que é uma beleza e eu faço muitos artesanatos com esse tipo de agulha...
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar

Aqui mostro um pouco mais dos ecos e reflexos que me saem da alma.
O que me rodeia, o que me sensibiliza, algumas coisas que gosto de fazer no meu dia a dia! Aqui sinto-me em casa. Espero por todos vós! Ailime